11.22.2016

Insanidade do tamanho do mundo.

A gente sente falta do que não devia.
A gente tem ciúmes do que tinha e deixou ir e que não vai voltar.
Somos batedores burros de cabeça na parede com direito á premiação.
Mas a gente anda, a gente corre, a gente finge que ri e finge que chora.
Só não paramos de amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

24/05 - coração cantou.